Como manter os funcionários comprometidos com a empresa?

Por Max Gehringer para a CBN

Entre as quatro medidas estão metas individuais de curto prazo; premiações generosas para quem cumprir os objetivos; trabalho conjunto em projetos que envolvam outras áreas; e participações em cursos e treinamentos.

 

Invista no comprometimento de sua equipe, inscrevam-se para o nosso próximo encontro no dia 18/03/2015.

Acesse agora: http://www.clubederh.com.br/?p=1467

 

Fonte do Poscast:  http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/max-gehringer/2015/02/23/COMO-MANTER-OS-FUNCIONARIOS-COMPROMETIDOS-COM-A-EMPRESA.htm#ixzz3Srb0CNCn

O que é o RH Estratégico? Quais são as características e ações?

Marcelo de Elias, especialista em Gestão Estratégica de Pessoas fala um pouco sobre RH ESTRATÉGICO, um dos temas que esse palestrante tem apresentado e defendido em diversos artigos e livro. O que é o RH Estratégico? Quais são as características e ações? Essas são as perguntas que o levarão a compreender o tema.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=YrUPnNcV kt8

Para onde caminha o RH?

Entrevista com Eduardo Carmello, Diretor da Entheusiasmos, palestrante, que fala sobre a evolução da área de gestão de pessoas nas empresas. Ele acredita que estamos na emergência do RH estratégico, pois as empresas precisam de uma gestão de pessoas efetiva e eficaz. Mas, para ele, o desafio agora mudou de face: trata-se da necessidade da gestão do conhecimento que as pessoas reúnem, algo que vai além da gestão de pessoas.

Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=ZRpURDqIhGM

 

RH pode ser atropelado nas empresas

César Souza é consultor, palestrante e presidente da Empreenda. Apontado com um dos 10 palestrantes mais requisitados do Brasil pela revista Exame e jornal o Globo, é autor dos bestsellers “Você é o Líder da Sua Vida?”, “Você é do Tamanho dos Seus Sonhos”,“Superdicas para Conquistar Clientes e para um Atendimento 5 Estrelas” e acaba de lançar “Cartas a um Jovem Líder – Descubra o Líder que existe em Você”. Também é apontado pelo World Economic Fórum como um dos “200 Global Leaders for Tomorrow”.

Ele tem participado dos Encontros de Usuários da Elancers e nos últimos eventos deu entrevistas em vídeo preciosas, um conteúdo valioso para profissionais da árdea de gestão de pessoas.

Há alguns anos, os principais desafios para crescer, segundo vários líderes empresariais, eram tecnologia, falta de capital, entre outros. Agora, esses mesmos executivos apontam a gestão de talentos como o principal desafio. Por isso, Cesar Souza, fundador da Empreenda, palestrante, consultor e escritor, assinala que os RHs precisam aproveitar a oportunidade, pois se perderem este bonde, podem ser atropelados nas empresas.

 

Fontes: https://www.youtube.com/watch?v=nrRPYQIk KmM

http://e-recruitment.blog.br/visao-de-cesar-souza/

Como perder clientes

“O trabalho seria ótimo se não fosse
por esses malditos clientes.”

(Jeff Andersen, em “O balconista”)

Após quase 15 anos como cliente da Dell Computadores eu não imaginava que utilizaria esta empresa como um exemplo de omissão e negligência. Assim, para que este artigo não pareça um mero relato pessoal de insatisfação de um consumidor, decidi convertê-lo em uma lição para empreendedores e executivos listando um triste receituário de como jogar no lixo não apenas um cliente, mas a reputação de toda uma empresa.

1. Em lugar de fazer uma venda, preocupe-se apenas em tirar um pedido

Toda venda deve ser consultiva, ou seja, focada em atender às demandas do cliente. Isso se aplica sobremaneira no caso de produtos ou serviços que possam ser customizados. Porém, quando acionei o departamento comercial da Dell, informando que realizava palestras em todo o país e que fazia uso intensivo do computador durante voos, apresentando todas as minhas necessidades a fim de formatar a melhorar configuração para o equipamento que estava adquirindo, fui ignorado, e acabei comprando uma máquina sem o recurso de teclado retroiluminado e sem conector VGA, essencial para acessar praticamente todos os projetores existentes no mercado. O adaptador HDMI não foi oferecido, sendo enviado apenas meses depois. E nem sempre funcionava. Em suma, venderam-me não uma solução, mas um problema.

2. Crie complicações

O equipamento adquirido veio com o Windows 8 pré-instalado. Como não me adaptei a esta versão, decidi fazer um downgrade para o Windows 7. Porém, isso não era possível, de modo que eu teria que pagar para ter uma versão teoricamente inferior!

3. Faça propostas absurdas

Após um ano de reclamações, a Dell aquiesceu e decidiu substituir o equipamento. Contudo, a proposta foi retirar o aparelho e apenas depois fazer a reposição, ou seja, eu ficaria sem meu instrumento de trabalho sabe-se lá por quantos dias…

4. Seja moroso para cumprir acordos

A saída que encontrei foi comprar um novo equipamento, para depois fazer a devolução do anterior e ser restituído. Ocorre que o reembolso demorou exatos trinta dias, após várias reclamações – e não foi feito integralmente até a presente data, faltando ressarcir os acessórios.

5. Coloque gente despreparada no suporte técnico

O novo equipamento adquirido apresentou – pasme, estimado leitor – problemas diversos desde o início. O principal deles foi o sistema de áudio, impossibilitando-me, por exemplo, de fazer conferências pelo Skype. Abri um chamado técnico, mas o atendente não conseguiu solucionar o problema através do suporte on-line. Pior, comprometeu-se a buscar apoio e jamais retornou o contato.

6. Tenha gerentes omissos na supervisão

Durante as diversas trocas de e-mail tentando solucionar os problemas, fiz questão de envolver os gerentes de área, os quais eram copiados nas mensagens. Entretanto, houve quem não tivesse a dignidade de me contatar para dialogar. Liderança fraca, equipe fraca, problemas à vista.

7. Tente vencer pelo cansaço

Ignorar e-mails e telefonemas ou enviar respostas padronizadas para sinalizar alguma preocupação, sem ação efetiva, equivale a acreditar que o cliente irá desistir e aceitar suas inquietações. Isso pode até acontecer na maioria das vezes, mas não sempre…

8. Despreze o poder de um mísero cliente

Imaginar que uma empresa de pequeno porte e um único equipamento com problemas não trará maiores repercussões, é um péssimo julgamento. Este texto vai percorrer centenas de veículos na mídia, atingir milhares de pessoas, e ficará eternizado graças à tecnologia da informação de que dispomos. Tudo bem, afinal, ainda há quem pense que Marketing é coisa de marqueteiro e imagem de marca é balela.

9. Esqueça reputação e confiança

O que me tornou fiel à marca Dell foi sua assistência técnica. Já tive monitor trincado, teclado danificado que precisou ser substituído e, por contratar a garantia estendida, sempre fui prontamente atendido. Foi isso que me afastou da possibilidade de migrar para a plataforma Macintosh. O mesmo atributo que admirava, há mais de um ano esvaiu-se. Meses atrás, meu computador “apagou” cinco minutos antes de uma apresentação. Confiança conquista-se aos poucos, perde-se de uma só vez.

Eu continuo a admirar Michael Dell por sua capacidade empreendedora. O jovem que aos 19 anos, com apenas mil dólares, iniciou a construção de uma empresa bilionária, certamente não sabe o que estão fazendo com sua marca – e com seu sobrenome.

Observações:

1. O valor relativo aos acessórios foi reembolsado em 26/02, ou seja, duas semanas após a veiculação deste artigo e mais de 60 dias após a coleta do equipamento.

2. O suporte técnico continua negligenciado.

3. Os fatos foram registrados no portal Reclame Aqui. A resposta da Dell foi protocolar, típico copiar-e-colar: “Informamos que atendemos as demandas de nossos clientes somente pelos canais oficiais da empresa” (como se tais canais não tivessem sido acessados).
(http://www.reclameaqui.com.br/11992389/dell-computadores-do-brasil/como-perder-clientes/)

4. Este artigo atingiu, em duas semanas, apenas no Facebook, mais de 1250 curtidas, mais de 110 compartilhamentos e, em especial, mais de 50 comentários com muitos outros relatos de insatisfação com a empresa.

Tom_Coelho

18/03 – Palestra: “A Produtividade através do Gerenciamento de Energia – Gestão do Tempo” com Carlos Chaer

Local: SEDE DO CLUBE DE RH  – PARQUE ECOLÓGICO PICO DOS CABRITOS
Rua das Acácias, 777 – Vila Rica – Extrema – MG (Acesse o mapa aqui)

A Produtividade através do Gerenciamento de Energia – Gestão do Tempo

Local: Salão de Eventos.
Acesso indicado a todos os associados e profissionais credenciados.

Objetivos:

· Ajudar os participantes a focarem seu tempo, energia e recursos nas coisas que são mais importantes no seu dia a dia.

· Conhecer os aspectos que nos levam ao stress e como evitá-los praticando novas e boas atitudes diariamente.

· Estimular os participantes a adotarem práticas para se organizar e superar os desafios diários, que os levarão ao alcance de suas metas através do gerenciamento do tempo.

Conteúdo:

  • Captação de energia
  • Compreensão e qualificação de energias físicas, emocionais e mentais,
  • Informações para diminuição do estresse
  • Técnicas de controle e administração de tempo
  • Como desenvolver metas, objetivos e plano de ação
  • Gerenciamento de tempo
  • Ferramentas para aumentar a produtividade

* Um workshop dinâmico e de alto impacto com reflexões para resultados imediatos.

 

Palestrante: Carlos Chaer,  Empresário e consultor organizacional com ampla visão empresarial, possui formação em Master Coach e Coach Integrado pela I.C.F. e especialização em Programação Neurolingüística pela S.B.P.N.L. Formado como facilitador da Franklin Covey do Brasil e professor titular do curso de pós-graduação em Administração e Marketing Esportivo da Universidade  Estácio de Sá, nas disciplinas de Comunicação, Relações Interpessoais com técnicas de PNL, Liderança e Coaching. Há mais de dez anos conduz treinamentos nas áreas de liderança, comunicação, negociação, atendimento com excelência, vendas e coaching. Co-autor dos livros Ser Mais em Vendas e Ser Mais em Coaching. Palestrante nas edições 2013, 2010 e 2009 do C.B.T.D. – Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento e do 2º. e 3º. Congresso de RH de Ribeirão Preto, edição 2012 e 2013.

 

Voltar

 

 

 

 

Síntese da Reunião do Clube de RH realizada em 11/02/2015

Prezados Gestores,

É com grande satisfação que estamos disponibilizando a Síntese da nossa Reunião do Clube de RH realizada em 11/02/2015.

Acesse o link: http://www.clubederh.com.br/arquivos/2015_02_11_sintese_do_encontro.pdf

Convidamos as empresas associadas e não associadas a entrar em contato conosco para que recebam informações adicionais referentes aos assuntos de seu interesse.

Cordialmente,

Coordenação do Clube de RH

11/02 – Nosso encontro de fevereiro no Clube de RH

11/02/2015 (quarta-feira) das 08h30 às 12h30
Local: SEDE DO CLUBE DE RH DE EXTREMA E REGIÃO – PARQUE ECOLÓGICO PICO DOS CABRITOS
Rua das Acácias, 777 – Vila Rica – Extrema – MG (Acesse o mapa aqui)

Programação

08h30 – Credenciamento

08h45 – Boas vindas da Coordenação
Recados gerais sobre o Clube de RH. Objetivos e Resultados dos Planos de Ações em andamento: Plataforma de Indicadores de RH, Ações referentes à NR 12, Absenteísmo, Horas “In Itinere” e Central de Compras.

09h30 – Momento das Comissões Temáticas – Comissão de Boas Práticas na Gestão de Pessoas - Palestra Técnica: ”Inovação na Prática – A Gestão de Terceiros no Ambiente Empresarial” com o especialista Vanderlei Heloany. <<<Saiba mais>>> 

10h30 – Café de relacionamento.

11h00 – Palestra: “Sintonia e Harmonia para Ser Feliz” com Benedito Milioni. <<<Saiba mais>>>

12h30 – Sorteio de Brindes e Encerramento.